Loading... (0%)

Em 20 anos, triplica o número de doadoras de sangue

04 March 2020

A participação das mulheres na doação de sangue vem aumentando a cada ano.  O Serviço de Hematologia e Hemoterapia (SHH) registrou crescimento no número e no percentual de doadoras de sangue. Em 1999, o Banco de Sangue de SJC recebeu a doação de 3.610 mulheres. Esse número saltou para 10.517 em 2019. Ou seja, a doação de das mulheres praticamente triplicou.

No quadro geral de doadores, a participação das mulheres também cresceu. Em 1999, 18% dos doadores eram do sexo feminino. No ano passado, esse índice chegou a 37%.

Segundo o responsável pelo setor de Captação de Doadores do SHH, Paulo Pontes, o Banco de Sangue vê um grande potencial nas doadoras. “Elas estão assumindo cada vez mais papéis na sociedade e na doação de sangue não tem sido diferente”, disse.

Mulheres podem doar sangue menos vezes que os homens em função da perda menstrual. Enquanto eles doam até 4 vezes por ano, elas podem doar até 3 vezes, com intervalo de 90 dias, em função da perda menstrual.

As mulheres também não podem doar quando estão grávidas ou amamentando. Elas devem pesar acima de 55kg.

A doadora Stephanie Machado tem só 17 anos e já doou três vezes. “Fico muito satisfeita em saber que o número de doadoras está crescendo. Somos muito fortes e ao mesmo tempo muito sensíveis ao próximo”, disse.

 

Assessoria de Imprensa SHH